quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Desfazendo Erros


Sabe quando você passa a sentir uma fome descomunal e sabe que não é gravidez? Então... Eu estava assim! Em um dos meus assaltos à geladeira durante a noite, fui surpreendido pelo meu cunhado:
- Você come coisas gordurosas? – Ele riu debochando. – Pra quem só vive em academia e comendo coisas saudáveis...

Ele iria completar, mas respondi:
- Se for me torrar a paciência, é bom sair de perto! Não estou nada amigável e só estou te aturando por que a minha irmã quer fazer a burrice de casar com você! E não, eu não gosto de você e não quero ter de conviver com você. Você é chato, patético e um idiota! Pronto, to mais livre!



Eu havia terminado de comer e me arrependi por ser tão rude com o Alexandre, mas eu não queria admitir isso. Ele sentou-se ao meu lado após pegar um suco.
- Sabe, Andrew... Você pode me achar um chato, um idiota, um patético... Eu não vou te dizer que estou feliz em estar morando na sua casa. Você não me conhece bem e não te julgo por ter uma visão errada de mim... Eu fui abandonado pelos meus pais quando pequeno... Eles eram envolvidos com tráfico e acabara me usando como moeda de troca para um pirata não matá-los. Eu fui ser um “faxineiro” do navio... Lá eu conheci um grande homem, que me adotou, me deu educação, uma boa vida... Ele morreu há quase um ano e estava super feliz pelo meu casamento com a Jessica... Eu perdi tudo o que tinha por causa de dívidas dele... 



Olhei para meu cunhado arrependido de ter jogado a minha raiva em cima dele.
- Sabe... A Jessica foi a única pessoa que me restou na vida... Ela e seus pais... Eu vim morar aqui por insistência deles... E eu queria esperar para casar com a Jessica quando eu tivesse uma casa, mas seu pai me propôs um emprego... Ele quer que eu cuide de um bar que ele vai abrir... Ele sabe que você nunca trabalharia nele...
- É... Não me vejo num barzinho aqui em Barnacle servindo um monte de piratas barrigudos. – Respondi sincero.

Ele riu.



Alexandre terminou de beber seu suco e colocou a embalagem sobre a mesa.
- Andrew, o Antônio sente muito a tua falta... Eu nem devia falar isso... Ele esses dias está diferente, mais feliz... A sua mãe também! Ontem eu fui buscá-la na igreja e ela contava para todas as amigas sobre você... A Jessica então... Nem se fala... Essa te ama! Você fica tanto tempo longe... Eles sentem a tua falta... E tenho certeza que você também... E eu vou sentir a tua falta.
- Vai é? – Sorri desconcertado.
- Vou... Porque você trouxe alegria pra essa casa! Sua mãe não precisa te ver somente quando você aparece na televisão, no cinema ou em alguma polêmica no jornal... Eu vou sentir falta da alegria que você proporciona a essas três pessoas incríveis! 



Pronto! O filho da mãe me deixou desconcertado... Desde que eu sai de perto de meus pais, não tinha mais o mesmo vigor de antes... A minha vida havia mudado em 360 graus, dado um salto duplo pra cima e eu? O que eu havia feito da minha vida? 

Meu cunhado levantou-se da cadeira:
- Boa noite! Dorme bem!



Alexandre foi saindo, e eu apenas me contive a dizer:
- Desculpa. Eu que estava errado o tempo todo... Não você!
- Desculpar do que? Eu não lembro de nada... Boa noite!
- Boa!



Fui pro lado de fora da casa por causa da insônia causada por aquela conversa. Eu estava vivendo uma grande mentira, onde pessoas fingiam gostar de mim e eu fingia gostar delas... Mas ali eu tinha pessoas que gostavam de mim de verdade, e embora eu não quisesse assumir, havia algo dentro de mim que clamava pela presença de Flora em minha vida... Eu estava amando pela segunda vez em minha vida, mas não tinha coragem de assumir. Uma coisa era certa: eu precisava de uma mudança em minha vida.



Estacionei meu carro na última parte de estrada e fui caminhando até a casa de Flora. Bom, se ela fosse vingativa como algumas garotas que eu conhecia, poderia muito bem me dar um tiro, uma facada, ou me afogar no lago... Olha só! Ela tinha até onde ocultar meu cadáver! Só que não... Flora era diferente, e foi confiando nisso que fui até sua casa.



Passei pelo portãozinho de madeira e bati palmas. Dali, avistei que a horta estava um pouco crescida já. Ela demorou um pouco e eu achei que ela estivesse sem querer abrir. 



Já estava tomando o caminho de volta, quando a porta se abriu e ela não fez questão de esconder sua surpresa:
- Andrew? O que faz aqui?
- Oi... Err... Flora! Eu... Eu... – Porra! Tinha que gaguejar? -  Eu vim aqui te pedir desculpas pela minha atitude... – Ela me olhou tentando entender. – Tipo, me desculpa por ter... Err... Como falo? Droga!
- Por ter me dado um fora? Ah! Fica tranquilo! Eu que te peço desculpas por ter me portado como uma oferecida... Mas é que eu achei que... 



Ela cortou o assunto e estendeu a mão:
- Amigos? – Sorriu.
- Amigos!
- Vem, entra! Eu estava me preparando para dar um banho na Violeta!
- Contanto que você não me ofereça suco de uva com linhaça... – Gargalhei.
- Pode deixar!



Ao entrar na casa, avistei que Flora havia trocado sua cama... Fiquei pensando: “Será que ela trocou a cama pensando em esquecer o que tinha imaginado acontecer?”
NÃO, ANDREW! A Flora não é assim! Ela não é como aquelas garotas ousadas de Bridge! MENOS!



Flora virou-se:
- E então, quer beber alguma coisa? Comer alguma coisa? Fazer alguma coisa?

E eu me peguei com uma cara de idiota admirando sua beleza. Como ela podia ser madura a ponto de ignorar tudo o que havia dito? 



- Ei, moço! Tá ficando surdo? – Ela riu.
- Ah não! Aceito sim... Uma água, que tal? Contanto que não tenha linhaça! – Ri novamente.


Flora foi em direção à geladeira e Violeta começou a chamar sua atenção:
- Oi filhota! Está com fome? Nestante vou dar seu banho está bem, meu amor? 



A gata saiu da sala e eu me vi olhando para Flora novamente.
- O que foi?
- Eu sou um idiota! O mais completo idiota!
- Hã? O que foi? 



Eu peguei sua mão delicadamente e falei:
- Eu quero te pedir desculpas, Flora... Eu falei aquilo naquele dia porque eu tenho medo! Medo de amar, medo de te magoar, medo de nos fazer sofrer! Você deve saber da minha fama, eu não sei se consigo me manter ligado a uma pessoa só... É arriscado! Perigoso! Eu não quero correr nenhum risco de te fazer sofrer. Eu só quero... Ah droga! Eu te amo! Sei lá... Você é diferente de todas as garotas que já conheci! Sempre que me aproximo de todas elas eu já quero logo ir pra cama e... Droga! Porque eu to dizendo isso? Com você eu só quero estar perto... É um querer bem... É mais do que apenas querer te beijar, te tocar... 



Flora me abraçou. E pela primeira vez na presença dela, eu senti que algo estranho corria dentro de mim. Tá. Não era dentro de mim, mas que foi proporcionado pela minha mente. O “mini-Andrew” resolveu voltar à ativa e fez com que eu sentisse que aquilo que eu estava sentindo por ela não era somente amor... Era muito maior...



Ela se afastou levemente do meu corpo:
- Eu... Eu sei que é perigoso, Andrew! Eu sei que é complicado! Você não vai querer abrir mão de nada, e nem eu vou querer abrir mão da minha vida aqui... Eu só quero sentir esse amor e não deixar que ele escape pelas minhas mãos! Eu quero sentir que você é um homem de verdade e não um manequim da mídia. Eu quero conhecer o que está por trás de Andrew Baron! Conhecer o seu interior mais do que o seu exterior. 



Ela pôs as mãos em minha cabeça:
- Eu quero olhar nesses lindos olhos azuis e descobrir o que a sua alma e o seu coração querem e não apenas o que algo ai em baixo demonstre estar querendo. – Eu fiquei um pouco envergonhado (siiiim) e ela me encarou. – Os teus olhos me dizem que você é um homem de verdade! Que você quer esse momento tanto quanto eu! Pode não dar certo, mas a vida é feita de incertezas, porque se ela fosse feita de certezas... Seria tudo muito chato! 


E dessa vez eu tomei a iniciativa e a beijei de verdade! Não apenas um selinho, como aconteceu dias atrás. Um beijo de amor, paixão! Um beijo com sentimentos maiores do que o tesão... Algo que eu nunca havia sentido!





Acariciei seu rosto. – Você tem certeza?
- Eu disse que nada é feito de certezas... Mas não custa tentar... – E ela sorriu. Aquele sorriso que me desorientava, que me fazia sentir um garoto de cinco anos de idade.



Levemente puxei sua roupa e ela me ajudou a despi-la. Flora parecia inexperiente, parecia não saber o que fazer... Parecia uma adolescente virgem e pura. Trajava um conjunto íntimo branco, algo que já era de se esperar. 



Deitei-a levemente na cama e ela se preocupou quanto à proteção.
- Está no bolso. – Mostrei a ela.
- Andrew...
- O que foi?
- Você tem certeza que quer viver isso?
- Você mesma disse que não há certeza em nada... Só que não custa tentar...

E o resto? Bem... Acho que todo mundo entendeu né?  

23 comentários:

  1. Dois pedidos:
    Simy, tem como entrar em contato contigo?
    Meu facebook é https://www.facebook.com/anibal.s.bastos ;]
    Nada a ver com o Baron, mais a ver com os Wolffs -Q

    Outro:
    Keeh, Clau e Tulio; peço desculpas por não ter respondido os comentários de vocês há uns três ou quatro capítulos D;
    Passei despercebido =/

    ResponderExcluir
  2. Viu eu não te disse And ? *-*
    Que lindo haha
    Coitado do seu cunhado '-' haha
    Estava igual grávida mesmo, mudança de humor, fome ...
    Tem certeza que nenhum alien te raptou na madrugada não ? HUASHUSAHUSHAU
    Beijos And :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá! Vocês estava certas!
      Mas até quando será que isso vai durar? Por mais que eu goste da Flora, sei que não vai dar certo! Ela não vai para Bridgeport, nem eu venho para Barnacle! Empasse!
      É... A história do chat... Digo, do Alex, é triste mesmo =/
      Aliens me raptando? OH GOD! NÃO MESMO! Acho que comigo não rola dessas kkkkk' Os aliens teriam pena da raça deles!

      Beijão ;**

      Excluir
  3. É, apaixonado, sim!
    Achei lindo o capitulo.
    Realmente não custa tentar, e você e a Flora ficam tão bem juntos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apaixonado! Assumo!
      Que bom que gostou, Carol! *--*
      É... Não custa tentar... Maaaaaaas, é como disse acima: há um empasse!
      D;

      Besos ;**

      Excluir
  4. Siiiiim, Andrew Baron além de estar apaixonado, levou uma verdadeira surra verbal de seu cunhado gatinho! KKKKKKK' Eu disse que não tinha porque você detestar tanto o coitado, ele é gente boa! E te disse ótimas verdades sobre o amor que sua família tem por você! Espero que agora você dê uma chance pra ele!!
    Agora vem a parte "Ouwwnt" que todo mundo já sabia que ia acontecer né!? Agora eu posso dizer livremente que minhas esperanças acabaram? u_ù KKKKKKK'
    Você e a Flora realmente ficam lindos juntos. Ela é uma mulher incrível né!? Só pelas palavras que ela te disse, e por ela ter ignorado o fato de você ter sido um babaca na última vez que se viram, já dá pra saber que ela é diferente, e mora no mato o/ AAAAH, eu não resisto o/ KKKKKKK' Eu me sinto uma depravada perto da Flora '-' Que triste! kkkk'
    Espero que esteja feliz And *-*

    Beeijão seu lindo e apaixonado ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá. Você está certa, Jaque! u_u'
      Já ouviu algo de "não ir com a cara"? Então... Todo mundo tem dessas... Mas agora tenho certeza que ele vai fazer minha mana feliz! =]
      Todo mundo já sabia uma pinoia! Eu mesmo não sabia! Eu só fui me desculpar... Não sabia que íamos... Enfim!
      Amour, é como a Flora disse: "nada é feito de certezas"! Quem sabe? Não estou casado, nem namorando...
      Ela é um anjo! E por ser esse anjo, ainda tenho medo de magoá-la... Ela é muito sentimental... Não sei... É uma situação delicada...
      Ela não mora no mato! São ciúmes seus! u__u'
      Você se sente uma depravada perto da Flora? Amore, então eu sou o que perto dela? kkkkkkkk'
      Estou feliz sim! Mas nada é certo...

      Beijão sua linda e ciumenta! ;**

      Excluir
    2. Sim, porque Jaqueline Rodrigues está sempre certa \o/
      Te entendo muito bem... Eu por exemplo não vou com a cara do ABzin, mas aturo por causa das histórias ;)) KKKKKKK' -brinks *-*
      Todo mundo já sabia sim, sem pinoia! Ah, pelo amor de Deus né And, só por você sentir necessidade de ir atras dela de novo, já dava pra imaginar como ia terminar, principalmente se tratando de você né!!
      Você é mesmo uma puta de um canalha né!? Acabou de acabar com a inocência da Moça do Mato, e ainda me dá esperanças! Gosto do And canalha o//
      Você tem que ter medo de magoá-la mesmo, ela não merece! Quase todas as mulheres são sentimentais meu bem, tirando umas piranhas da vida! Algumas só aprendem a esconder esse lado, querendo se preservar... Uma atitude muito inteligente, aliás!
      Ciúmes? Eu? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' MORRI! Não tenho ciúmes de algo que não é meu! u__ú
      And mon amour, você é um pervertido perto de QUALQUER PESSOA! Eu não! Me sinto mais depravada que o normal perto da Flora... Mas pra você já é normal se sentir assim né!? ;)) KKKKKK'

      Beeijão seu lindo, apaixonado e canalha ;**

      Excluir
    3. Não vai com a cara do Aníbal? Eu também não! Ele tem me negligenciado DEMAIS! Só quer saber de uma tal amiga que vai embora, fica ligando, conversando por SMS... E EU?
      É. Todos vocês sabiam não! Suspeitavam!
      Ué! Eu poderia muito bem ter ido atrás dela e não ter rolado nada... Vocês têm uma visão péssima de mim u_u' Não sou um tarado! (ou sou?)
      EPA! Não acabei com a inocência da Flora! u_u' Dou esperanças sim, ué! Não to casado e nem morto... Não vou trair a Flora, mas SE, no futuro, quem sabe, talvez, de algum modo nos encontremos... Quem sabe não rola?
      Exatamente! Por isso deixei tudo beeem claro!
      Piranhas da vida... Ai que saudades! USHAUHSUAHSUHA'
      Concordo! Todo mundo tem de deixar os sentimentos beeeeem preservados e enfrentar o cruel mundo de forma fria e calculista!
      Ciúmes sim! Meu criador já sacou ;3 E não sou "algo"... Sou "alguém" u_u'
      Tá... Tenho de concordar! Sou um pervertido moderado!
      Você depravada? IMAGINA!

      Beijão sua linda, gostosa e ciumenta! ;**

      Excluir
  5. eu disse que já tinha apaixonado de vez, e quanto a resposta não tem importancia não amigo.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Tulio! Apaixonei! Maaas... Vamos ver no que isso vai dar!
      Fico feliz que não tenha chateado ;]
      O Aníbal anda com a cabeça no mundo da lua! u_u'

      Abração!

      Excluir
  6. Que lindooooo!!!
    Adorei, And, mas será que você e a Flora vão durar por muito tempo? Eu espero que sim, mas não estou muito confiante quanto a você! kkkkk

    Sobre o pedido que você deixou, Aníbal, eu não tenho facebook! (eu sei que é bem anormal nos dias de hoje, mas não tenho! haha). Não tem como você falar por aqui mesmo, não?
    Eu tenho um e-mail, mas só gostaria de informá-lo se realmente fosse algo hiper mega necessário. Não me leve a mal, mas é que não gosto de divulgar esse tipo de informação... :)

    Beijos e adorei o capítulo!

    http://diariosthesims.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado *-*
      Bom... Uma hora ou outra vou receber um telefonema do Stanley me obrigando a voltar para Bridge... Então não sei se a distância vai ser algo bacana... =/
      Aff! Vocês têm uma péssima visão minha! kkkkkkkkk' Mas enfim! Vou tentar!

      Fica tranquila! Era uma coisa que o Aníbal precisava conversar contigo, mas nada muito sério... Fica tranquila ;]

      Beijão! ;**

      Excluir
  7. Nossa! Estou sem palavras!!!!
    Sua história é perfeita, é incrível, é maravilhosa! Pronto falei u.u)

    ri em diversas partes, principalmente em "Porra! Tinha que gaguejar?" kkkkkkkkkkkkkkk'
    Tenho que confessar, suas fotos são lindas, e a maneira que você descreve os sentimentos e os pensamentos dos personagens chega a "mini-jeh" até empolgada como se ela fosse a Flora xD

    Esta de parabéns! De parabéns mesmo! Dentre todas as histórias que venho lendo, a sua é a melhor de todas, e estou sendo muito sincera! ^^)

    um grande abraço!!! Jeh♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo responder teus comentários com o And! kkkkkkkkkk' *--*
      Poxa, Jeh! Fico muito feliz mesmo que tenha gostado! Eu sou MUITO perfeccionista, então pra mim sempre falta algo kkkkkkkk' Obrigadão!

      O Andrew é involuntário! Começo a ouvir as músicas do estilo dele e baixa o santo! Ele é atrapalhado, meio canastrão... Mas também é sério!
      Eu fico feliz que goste MESMO!
      "Mini-Jeh?" Não concordo! Grande! Todos nós somos grandes! E podemos SEMPRE ser capazes de mais! Muito mais! Ou como digo: "Podemos ser MUITO GRANDES!" - Com o perdão da língua portuguesa!
      Obrigadão mesmo! Eu gosto MUITO das suas histórias e já lhe disse o quanto te admiro por conseguir atualizar sempre!

      Beijão! ;**

      Excluir
  8. É lindo vê-los juntos! *___*
    Torcendo para que esse romance dure muiiiito

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vózita, eles são MUITO lindos juntos! Eu havia colocado a Flora pra balançar um pouco o And... Não queria que eles tivessem nada... Mas tiveram TANTA química, que eu deixei rolar!
      Eu acho que não vai durar muito não... Não pelo And... Mas pelas circunstâncias!

      Beijão! ;**

      Excluir
  9. Não sei porquê mas adorei essa casal, como se fossem feitos um para o outro! KKKK
    Espero que dure.
    Beijão, filhote!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são lindos mesmo, Be! Acho que eles formam o casal mais bonito de todas as minhas histórias! Só perdem pra Marina e pro Edward, por quem eu era apaixonado!

      Beijão, mamãe!

      Excluir
  10. Pessoal, tenho de agradecer a todos vocês que acompanham a história! É um prazer imenso poder responder os comentários e rir, me emocionar... Sempre!
    Obrigado a todos!
    Tem horas que nem consigo responder com o And naquele jeito desbocado dele kkkkkk'

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Ah q lindooooooo!!!
    É tão bom reconhecer qdo estamos apaixonados e ainda + maravilhoso se arriscar.
    Como diz a Flora,sem certezas.
    BjãO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Clau! Um amor faz bem à vida! E é maravilhoso arriscar de vez em quando!
      Beijão! ;*

      Excluir
  12. Onde você baixa as poses?
    Amo a sua história.

    ResponderExcluir