terça-feira, 13 de novembro de 2012

Reencontros


Cheguei com Lucas à casa e ele foi até o quarto gritando:
- PAI, VISITA! 



Lucas trouxe o pai e disse:
- Ai, pai! Eu não disse?

Derick me encarou por alguns instantes um tanto surpreso.
- Andrew? Eu... Quanto tempo!
- Meus pêsames, Derick!



Lucas foi para o quarto alegando que iria começar seu desenho favorito.

Derick me olhou por alguns instantes. Nos aproximamos e ele me abraçou chorando.
- Eu não acredito que ela morreu! É difícil de entender, Andrew!  O que vai ser da minha vida agora? E o Lucas? A Rebeca era o pilar da nossa família! Ela que trazia alegria! Eu não sei o que fazer!



- Ei, Derick! Cadê o cara feliz que eu conheci? Você tem um filho lindo, incrível, que está precisando de você nesse momento! A Rebeca sempre falava que não queria que ninguém chorasse quando ela morresse. Lembra? Não precisa chorar! Tenta lembrar do que ela te fez de bom e do grande presente que ela te deixou, meu amigo! O Lucas!

Derick me olhou.
- Ironia do destino eu ser consolado por você né? Justo você... O outro viúvo da Rebeca! 



Resolvi animá-lo:
- Nem vem com essa de que sou viúvo, ok? Sou muito novo pra isso! Você é que tem cara de ter cinqüenta anos! Prefiro a posição de ex-namorado de adolescência dela! O de viúvo fica com você!

Ele sorriu. – Bem humorado como sempre, né?
- Claro! Se um de nós dois tivéssemos morrido, a Rebeca iria falar de como era o sexo com o defunto e dos seus dotes artísticos. Sorria meu amigo! A vida continua! A Rebeca iria querer a sua felicidade! 



- E então? Não vai me oferecer um café, uma vodka, uns biscoitinhos? – Falei sorrindo para ele.
- É claro, meu amigo! Senta ai que eu preparo um café em dez minutos!
- Olha só que prendado! Só não pode me intoxicar, ok?
- Pode deixar!



Derick preparou um café e, enquanto bebíamos, Lucas nos acompanhava tomando um suco. O garoto era uma cópia fiel da Rebeca. O jeito de falar, as atitudes... Tudo nele lembrava a mãe, o que seria difícil para meu amigo. 



Ao final da tarde me despedi de Derick e Lucas. Fora uma tarde agradável, apesar dos pesares. Era bom rever um velho amigo e retomar uma amizade tão bela quanto a dele.



Dirigi rapidamente rumo à casa de meus pais. Estava ansioso para revê-los! Não os via desde minha formatura no ano anterior e a saudade de casa estava batendo mais forte!



E ai está a minha família – ou pelo menos a parte que eu conhecia dela.
Mamãe Cassandra, papai Antônio e irmã Jessica! Sempre fomos muito unidos!
A história da família é engraçada... Papai era filho de mexicanos e trabalhava em um navio pirata – isso é muito comum em Barnacle Bay – e, em uma de suas andanças pela costa canadense, conheceu a minha mãe!



E eis a parte da família que eu não conhecia: Alexandre, o noivo agregado. Ele trabalha em um navio pirata conheceu minha irmã, através de meu pai, na Convenção Anual de Piratas de Barnacle Bay. Uma palhaçada em que um monte de piratas se encontra para rir, beber e falar besteiras... Nada interessante!



Após o papo-família, resolvi ir para meu quarto tirar um cochilo, porém, ao entrar no que antes era meu quarto, avistei uma cama de casal. Foi então que percebi a sacanagem que meus familiares haviam feito comigo.

- Então, And, quando o Alex ficou sem lugar para morar, convidamos ele para morar aqui. O casamento já é daqui a um mês. – Minha irmã falou entrando no quarto logo em seguida.
- Sacanagem, Jessica! Muita sacanagem! Primeiro tiram o meu quarto e depois a minha irmãzinha vai casar e não me avisa! Obrigado pela consideração! Vou para um hotel!
- Ah, And! Não fala assim! Você disse que nunca mais ia voltar para esse “fim de mundo”, nas suas próprias palavras, e achei que não fosse vir pro meu casamento! E outra, você dorme comigo aqui no quarto e o Alex dorme na sala. 



Puxei minha irmã e falei em seu ouvido:
- Acha mesmo que eu vou dormir nessa cama em que o feioso dorme com você? NÃO MESMO! A quantidade de bactérias dele que estão ai deve ser incontável! Sem falar que, do jeito que minha mente é, vou lembrar o que vocês fazem ai toda noite! Ou seja, o hotel é mais agradável!



É claro que meus pais não me deixariam dormir em outro lugar e colocaram um saco de dormir para mim no quarto deles. O bom era poder abrir os olhos e ver as estrelas através da grande janela do quarto. Eu finalmente estava em casa!


16 comentários:

  1. Nossa, sua família é muito linda, And!
    Agora vejo de onde veio a sua beleza! kkkkk
    Seria legal conhecermos um pouco mais da sua família... você vai ficar para o casamento da sua irmã??
    Beijos.

    http://diariosthesims.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simy, linda é você!
      *----*
      De fato, meus pais e minha irmã são mesmo lindos, não vejo o que a Jessica viu no Alexandre ¬¬'
      Vocês vão conhecer mais deles sim! Bom, vou ficar para o casamento! Quero conhecer melhor meu cunhado e ver se ele será capaz de se manter fiel u_u' kkkkkk'

      Beijoos ;**

      Excluir
  2. Derick realmente é muito bonito And. Depois de conhecer ele e Rebeca, dá pra perceber como o Lucas é tão lindo! *-* Fiquei com tanta dó dele chorando ;/ Que bom que você é aquele tipo de amigo que sabe animar nas horas difíceis, senti o Derick bem melhor!
    Sua família é LINDA And, entendi perfeitamente porque você é tão bonito! Jessica é tão linda quanto você. Na verdade, vocês se parecem muito!
    KKKKKKKKKKKK' Perdeu o lugar pro Alexandre, And? Acontece né! Falando em Alexandre, eu não posso deixar de dizer, que criatura linda! Sua irmã merece meu respeito, que bom gosto! Mas também, linda desse jeito né, até eu conseguia pegar um desses! Mas ele ainda não é tão bonito quanto você And u_ù
    Você teria coragem de não ir pro casamento da sua própria irmã? Só porque é nesse "fim de mundo"? Bom, agora que você já está aí mesmo, vai ficar pra ver sua irmãzinha casando, ou já está com saudade da agitação de Bridgeport?

    Beeeijos seu lindo ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque, não disse que você ia gostar dele?
      O Lucas puxou MUITO à Rebeca! Mas lembra um pouco o Derick!
      Eu não gosto de ver ninguém chorando, sinto vontade de querer fazê-la rir ou algo do tipo!
      Ah sua linda! Você que é linda demais! A Jessica não é LINDA? Parecemos MUITO!
      Perdi o lugar VÍRGULA! Não gosto desse cara... Meu santo não bateu... Tenho impressão que vamos ter uma "bela" relação... Espero que o casamento não vá adiante u_u'
      Vou ignorar a parte do elogio ao estorvo... -Q
      Ele não chega aos meus pés, amour! *¬*
      Bom... Sabendo que ela vai casar com o esquisito, eu não só não iria, como raptaria ela e jogaria o noivo no meio do oceano #brinks
      Eu vou tentar ficar... Bridgeport está na minha veia! Quem sabe não dou uma agitada em Barnacle? *¬*

      Beijão!

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKK' Já não gostou do cunhadinho And? Sua irmã mal te apresentou ele, e você já ta jogando praga no casamento dela, coitada!
      KKKKKKKKKKKKKKKK' Ele realmente não chega aos seus pés, mas você podia ser um pouco mais modesto né!! Essa frase fica até mais bonita quando sou eu que falo, do que com você falando!
      E claro, jogue o noivo da sua irmã no oceano, e morra também, logo depois!
      Sinto que logo menos você vai se vingar do seu mais novo cunhado, seu criador anda tendo umas ideias de vingança que estão me dando medo!

      Beeeijos amour ;**

      Excluir
    3. Jaque, gostei não... Minha irmã é muito bonita pra ele... Sem falar que ele é um pirata... Coitada... Vai levar tantos chifres...
      Tá certo, meu pai também era pirata; mas não ponho a mão no fogo por ele! u_u'
      Morra? ;O
      Jaque, até você?
      #magoado

      Não vou me vingar... Não sou desse tipo de gente... Mas preciso conhecê-lo melhor... u_u'
      O Aníbal com ideias de vingança? *¬* #AMO

      Beijão amour ;**

      Excluir
  3. Respostas
    1. A Jessica agradece ao elogio, Meg! ;**

      Beijão!

      Excluir
  4. Andrew estava com receio do encontro com Derick mas valeu a pena.
    É melhor dormir no chão do que na rua, né?
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu a pena MESMO, Be! Reencontrar um amigo como ele vale ouro!
      No caso não dormiria na rua e sim num hotel! kkkkkkk'

      Beijão! ;**

      Excluir
  5. Adorei o capítulo, ual!!!
    Desculpe a demora para comentar, as coisas de criações da história estavam me dando muito trabalho rs.
    Mas agora vejo o que eu perdi, a morte de Rebeca rs.
    Eu até achei o noivo da minha xará Jéssica um gatinho rs.

    Adorei viu, esperando o próximo!
    Abraços Jeh♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeh, fico feliz que tenha gostado! *-*
      Fique tranquila! O Aníbal disse que a história é ÓTIMA e que só não te reclama por isso! *--*
      Gatinho? O estranho? Vou até ignorar esses coments de vocês sobre ele kkkkkk'

      Beijoos ;**

      Excluir
  6. Hey, And, cuida dessa família ai. Eles vão precisar de um amigo.

    "A quantidade de bactérias dele que estão ai deve ser incontável! Sem falar que, do jeito que minha mente é, vou lembrar o que vocês fazem ai toda noite!"

    Hahahah, eu ri demais.

    Adorei!

    Abraçoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Galego, devo ficar mais do que o previsto em Barnacle... Quero ficar por perto do Derick e da minha irmã... Eles merecem!
      kkkkkkkkkkkkkk' Sabia que você ia rir! Eu não posso lutar contra meus pensamentos né?

      Abração! \õ

      Excluir
  7. Gostei muito da sua família And e espero msm q vc compareça no casamento da sua irmã.
    E deixa de ser ciumento..só pq não é + o queridinho da Jessica,tá implicando com o pobre coitado?
    Tenho certeza q vcs ainda serão bons amigos!
    Beijosssss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Clau! Que bom que gostou deles! São ótimos, exceto o chatinho ali...

      Eu e ele amigos? NO! USHAUSH'

      Beijão!

      Excluir