domingo, 17 de fevereiro de 2013

Cartas na Mesa – Parte II


Assim que voltei para casa, coloquei a mão na massa e fui à cozinha para preparar um jantar. É claro que não seria nada tão grandioso, mas eu poderia pôr em prática meus dotes culinários.



Sophia chegou pontualmente às 20h. Estava belíssima.
- Você está incrível! – Falei.
- Tenho de dizer o mesmo de você. – Ela sorriu. – Que cheiro maravilhoso!
- Especialidade de Andrew Baron! – Falei.



Sentamos no sofá para conversarmos um pouco até que o jantar estivesse pronto. Sophia não aceitou um drink pois estava de carro:
- Quer dizer que em dois dias você volta para Starlight?
- É... Meu sobrinho vai nascer e preciso controlar meu irmão! – Ela riu. – Ele é um tanto... Agoniado! – Ela me encarou. – Você nunca pensou em ter filhos?
- É claro! Mas digamos que eu me considere novo ainda pra isso... Vinte e três anos não é uma idade muito bacana para se tornar pai! O mundo todo lá fora ainda, pronto para ser desbravado... Gosto de liberdade.



Sophia se aproximou de mim e olhou em meus olhos... Eu a abracei e seus lábios vieram em direção aos meus, porém, antes que nos beijássemos, ela parou.
- O que foi? – Perguntei. – Algum problema?

Sophia riu e disse:
- Eu estou estranhando... Já estamos juntos há quase meia-hora e ninguém nos interrompeu. – Ela continuou a rir.



Ignorei seu comentário e a beijei. Senti meu corpo estremecer de uma forma que não sentia há meses. Foi então que senti um medo... É claro que, apesar da iniciativa do beijo ser minha, eu não estava certo daquilo. Que merda! Desde quando sou de pensar nessas coisas? Ela me largou! Não sou eu quem tem de sentir culpa de nada. 



Eu estava prestes a deitar Sophia no sofá, quando notei um vulto na porta. Ao olhar, era ela: Begônia. Sophia notou que eu havia parado e olhou também.
- Maldita boca! – Ela falou. 



Begônia foi saindo e eu fui atrás dela:
- Begônia, aconteceu alguma coisa?
- Desculpa, Andrew! Eu... Eu não devia ter vindo! Não sabia que você estava com alguém. 



Ela se aproximou de seu carro e eu a segurei pelo braço:
- Espera! – Falei mais alto. – O que aconteceu? Porque você veio aqui? – Virei seu rosto para mim e notei lágrimas em seu rosto. – Você está bem?
- Eu... Eu não sabia com quem conversar... Desculpa! Foi uma péssima ideia! Volta lá pra sala! Eu vou pra casa! 



Eu a segurei pelo braço novamente e ela desabou em lágrimas. Apoiou sua cabeça em meu ombro e disse:
- Desculpa! Eu não devia ter vindo aqui!
- Calma! Vamos entrar!



Begônia relutou um pouco, mas eu não podia deixá-la ir embora naquele estado.
- Aconteceu alguma coisa? – Sophia perguntou quando entrei em casa.
- Aconteceu... – Falei sentando Begônia no sofá.
- Olha... Eu vou indo, Andrew! A gente marca o jantar para outro dia... Sua amiga está precisando de você. 



Antes que eu ou Begônia pudéssemos nos manifestar, Sophia foi embora. Ela levantou e veio até mim:
- Desculpa, Andrew! Eu não devia ter vindo aqui! – Begônia chorava compulsivamente.
- Calma, Begônia! Fala... O que aconteceu?
- Tudo isso! Eu nunca esperaria isso do Caio... Ai que merda! Eu não devia ter vindo aqui! Nós nem somos amigos... Desculpa!



Ela caminhou até um dos jardins de inverno e falou:
- Sabe... Eu depositei todas as minhas fichas nele... Família, emprego, amizade, amor... Tudo! Eu não merecia isso...
- Ninguém merece, Begônia! Mas é a vida... As pessoas nem sempre agem como queremos... – Falei me lembrando de Flora. – Veja sua irmã, por exemplo, ela preferiu ir embora...
- Mas a Flora te ama... 



Begônia virou para mim:
- Ela te ama muito! Tanto é que preferiu ir se reerguer ao invés de se sentir “inferior” a você.
- Mas eu nunca pensaria nela dessa forma...
- Mas os outros, Andrew! Você é um homem público...
- Mas eu não me importaria! Eu mudei MUITO por ela, Begônia!
- Então porque você não deixa esse orgulho de lado e vai atrás dela?

Notei que as janelas desembaçaram, provavelmente a temperatura estava aumentando.



- Porque ELA escolheu assim e eu tenho que respeitar. – Foi a única coisa que falei.
- Tudo bem... Desculpa! Eu vim aqui, atrapalhei sua noite e ainda por cima fico falando sobre isso... Desculpa.
- Não foi nada. Olha, o jantar já deve estar pronto... Já que minha convidada foi embora, aceita comer comigo? 



Begônia foi lavar o rosto e retocar a maquiagem enquanto eu servia o jantar. Ao voltar, ela me contou como foi que ela agiu com o Caio. Foi curta e grossa e rompeu o namoro.
- Ele mereceu! Ah sim! Fale com a Jessica que ela vai processar o Caio! Tenho uns amigos na polícia e quero saber se esse assalto aqui tem a ver com ele...
- Obrigado!
- Não foi nada! – Ela sorriu. – Li em algum lugar que você terminou de gravar um filme agora... Vai curtir as férias?



- Sim! – Dei uma risada. – Estou precisando MUITO de férias! Problemas e mais problemas ao meu redor... Preciso de um tempo curtindo! – Sorri.
- Já tem um destino?
- Não sei ainda... Pensei em visitar meus pais, mas Barnacle não é dos lugares mais animados para curtir férias. Pensei em Sunlit ou Champs Les Sims... Não sei ao certo! Na hora decido e pronto!
- Sunlit é linda! – Begônia falou sorrindo. – Fui lá quando criança... Acho que será meu destino nas próximas férias!
- Você tira férias? – Zombei.
- Claro! Sou durona apenas por fora, Baron! No fundo, sou uma mulher como todas as outras! Mesmas inseguranças, mesmas incertezas...
- Bom saber! Assim você não me mete mais medo! 



- Bem, o jantar está ótimo, mas preciso ir pra casa...
- Já? O papo está ótimo!
- Eu preciso, meu caro... Não avisei que demoraria... Meu pai deve estar preocupado comigo. Antes de sair vou ligar pra ele. Obrigada por tudo, Andrew! E... Desculpa mais uma vez por ter sido grossa com você quando nos conhecemos e por ter estragado a sua noite...
- Relaxa... Está tudo tranquilo! Fica bem, tá?
- Pode deixar!

*-*-*-*-*
Apenas lembrando-os de que as atualizações agora serão apenas aos domingos! ;] 

16 comentários:

  1. hummm....Begônia ou Flora, não sei para qual das duas eu torço...
    Adorei o capítulo!

    beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que quis insinuar com isso, Meg? Begônia ou Flora? Torcer? Hã?
      kkkkkkkkkk' Que bom que gostastes!

      Beijão ;**

      Excluir
  2. Ohhh, coitadinha da Begónia! Fiquei mesmo triste ao vê-la sofrer!
    Finalmente se deram bem! Será que ainda vai rolar romance entre os dois? :P

    Beijinhos! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Rita! É uma triste situação... Romance? Entre eu e Begônia? Creio que não... Somos muito diferentes!

      Beijos ;**

      Excluir
  3. É And, acho que realmente não é pra rolar entre você e a Sarnentinha! u_u kkkkkkkkk Se ela não tivesse falado nada, tinha rolado normalmente, culpa dela!!
    Fiquei com dó da Begônia ;/ Ela realmente é bem durona por fora, mas ninguém merece isso né!? Muito menos ela!! Esse Caio merece uma surra também, vou juntar ele e a Flora e dar um pau nos dois de uma vez ¬¬' kkkkkk E quem diria que surgiria uma amizade entre você e a Begônia né!? *---* O povo já ta pensando em algo bem maior que amizade né, será que eu to muito inocente hoje? o_O' kkkkk

    Saaaaudades de você seu lindo, seu criador anda muito desnaturado viu!
    Beeeijos ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? A SOPHIA falou e veio a Begônia! Mas enfim... Quem sabe?
      A Begônia é uma boa pessoa e entendo a situação dela sobre se "durona". Dar uma surra no Caio até que vai, mas na Flora? Coitada D;
      Pois é! Nunca imaginei conversar com ela de uma forma tão amigável... O povo tem a mente maldosa u_u' Acho que se eu estiver ao lado de uma freira, pensam ousadia!

      Saudades, mon amour!

      Besos ;**

      Excluir
  4. Tadinha da Begônia Anda mais eu torço mesmo é pra Flora.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Tulio! =/
      Torce pela Flora? Hã?
      Vocês andam muito maldosos! u_u'

      Abraços!

      Excluir
  5. Foi-se uma flor, ficou um jardim... a Begônia pra quem não ia muito com a sua cara, até que tem contado bastante com vc... Vê se não entra em canoa furada.

    Bjos Baron

    PS: Posso saber por tanta gente agora lhe chama como eu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei sua colocação, Luma! Acho que a Begônia não tem muitos amigos e creio que quis contar comigo pelo fato d'eu ter contado a ela sobre o Caio... Creio que conversar com outras pessoas poderia "desarmá-la" com outras pessoas!

      A Sophia me chama às vezes numa forma sedutora... Já a Begônia me chama apenas para se manter "distante". kkkkkkkk'

      Beijos ;**

      Excluir
  6. Humm... você e a Begônia... interessante! haha
    Sabe, acho que agora eu torço pela "gêmea má"?! kkkkk
    A Flora caiu muito no meu conceito, ao contrário da Begônia, que só está subindo! :)
    Mas vamos ver se vai realmente acontecer algo, né, And! Seu criador sempre nos surpreende! haha
    Beijos.

    http://diariosthesims.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante o que, Simy? Vocês andam muito maldosos! Puxaram a quem assim?
      kkkkkkkkkkkkkkkkkk' Torcer pelo o que? Vocês... Tsc tsc...
      O Aníbal sempre surpreende? Nem fale isso! A mente desta criatura parece um abismo!

      Beijos ;**

      Excluir
  7. Andrew, amigo.
    Que sufoco, acho que sou a última pessoa a dar algum conselho, eu acho que estou mais perdido do que qualquer outra pessoa.
    Begônia parecia ser uma má pessoa, mas acho que estava enganado em relação a isso.
    Achei a Sophia um tanto compreensiva.

    Fica bem amigo!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Você é a última pessoa que deveria me dar conselhos agora kkkkkkkk' Andas muito safadinho u_u'
      Ela é uma ótima pessoa, assim como Sophia!
      Fica bem também! ;B

      Abraços!

      Excluir
  8. Apesar de Begónia atrapalhar a sua noite, ela estava a precisar de se distrair um pouco, fez bem para ela esse tempinho com And que mais uma vez mostrou a sua prestabilidade.
    Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim!
      Fiquei feliz em ajudá-la! Apesar do que sua irmã fez, ela é uma boa pessoa e estava sofrendo...

      Beijos ;**

      Excluir