domingo, 8 de setembro de 2013

Uma Nova Chance


Eu sabia muito bem do que eu estava precisando: um exílio! Eu precisava de um tempo sozinho. Um tempo em que eu pudesse pensar sobre minhas atitudes, minha vida e até mesmo minhas escolhas! Eu não abandonaria minha carreira, não deixaria de ser Andrew Baron, o ator. Porém, todo o meu sucesso foi repentino. Em um dia eu saía da Escola de Belas Artes da Universidade de Twinbrook, no outro eu havia me tornado um dos atores mais bem pagos de Bridgeport. Eu precisava respirar e eu sabia muito bem quem poderia me ajudar...


- Meu filho, você não avisou que viria! Que surpresa boa, meu príncipe! – Mamãe falou assim que eu entrei em casa.
- Oi, mãe! Cadê o papai?
- Ele está lá dentro... Aconteceu alguma coisa?
- Aconteceu e não aconteceu... Eu converso com os dois.


Contei aos meus pais sobre o ocorrido com Flora. Minha mãe disse:
- Ela não podia ter feito uma coisa dessas! Ela foi uma irresponsável!
- Cassandra, tenha calma! Meu filho, você está bem?
- Sim. O que não tem remédio, remediado está! Mas eu não vim aqui diretamente por isso... Pai, cadê o seu barco?
- O barco que eu comprei quando me aposentei?
- Exatamente! Cadê ele? 


- Ué! Está no cais! Por que esse súbito interesse? Quando você fez 18 anos eu te dei aquele barco de presente e você não aceitou...
- Você me empresta ele?
- Que história é essa, Andrew? – Mamãe perguntou.
- Eu preciso de um tempo só! Eu estou confuso, agitado, nervoso, triste... Eu preciso respirar, mãe! Eu não posso viver assim tão aflito. Eu preciso parar!
- E por que você precisa do barco, filho? – Meu pai perguntou.


- Eu vou viajar nele! Alguns dias, semanas ou até meses... – Falei.
- Andrew Joaquim Marshal Baron! – Quando mamãe usava o “Joaquim” (J com som de R) para se referir a mim, ela estava com raiva. – Você não vai viajar sozinho de barco por aí! Você nem sabe pilotar um barco, garoto!
- Em primeiro lugar, você sabe que eu odeio o Joaquim, portanto, não use-o! Em segundo lugar eu aprendi sim a pilotar um barco e tenho até habilitação para isso!
- Quando você aprendeu? – Ela perguntou.

Papai pigarreou.
- Eu ensinei quando ele ainda morava aqui. Depois ele tirou a carteira... 


- Você ensinou o Andrew a pilotar um barco, Antônio? Com quantos anos? – Mamãe estava ficando visivelmente nervosa.
- Ah... Com uns 17, talvez 15... Com 13 anos!
- IRRESPONSÁVEL! – Mamãe berrou. – Andrew, você não viaja! Antônio, você dorme na sala!

Mamãe deu as costas e eu falei:
- Se a senhora não apoiar, eu vou e ainda levo o papai!


Ela virou furiosa e disse:
- Você herdou a minha afronta, Andrew! Um dia eu saí de casa com esse velho barrigudo para viver uma aventura romântica e nunca mais voltei pra casa! Meus pais nunca me perdoaram!
- Eu já sei dessa história e blá blá blá! Eu não vou viver uma aventura amorosa e muito menos vou embora para sempre! Se você não aceitar, aí eu sumo! Eu e o papai! Não é pai?
- Não me coloca na confusão!
- E então, mãe? Vai deixar ou não?
- Deixo com uma condição! 


- Que condição? – Perguntei assustado.
- Quando você pretende viajar?
- É apenas o tempo de eu comprar comida para o barco!  
- Ótimo! Então pode ir, mas me aguarde no cais com a minha condição!
- Mamãe...
- Você vai amar, meu filho!


Comprei a comida e papai me levou até o cais. Entramos no barco e papai me deu algumas instruções e um mapa – que eu utilizaria em último caso, afinal existe o GPS!
Ouvimos a voz de mamãe do lado de fora do barco.


Chegamos até lá e mamãe falou:
- Filho, lembra qual seu maior sonho da infância?
- Revista Pornô?
- Andrew! – Mamãe repreendeu.
- Tá bom! Não lembro...
- Você queria uma coisa... 


Mamãe se abaixou do lado da parede e trouxe consigo um filhote de Dálmata:
- É seu, filho! A cadela de uma amiga teve filhotes e eu iria levar pra você em Bridgeport...
- OI? – Perguntei sem acreditar. – Não, mãe! Eu não vou levar um cachorro comigo! Ainda mais um filhote! E se ele cai no mar?
- Exatamente por isso ele vai com você para ser bem cuidado e para que você zele pelo bem estar dele.
- Mãe, eu não vou levar esse cachorro!
- Você vai e ponto final! Ele é seu! 


Não havia como discutir com minha mãe! Até que seria bom ter a companhia do sorvete de flocos comigo. Abracei meus pais, coloquei as coisas do cachorrinho dentro da casa e liguei o barco. Eu não tinha um destino certo. Deixaria a correnteza e a imaginação me levarem. Norte, sul, leste ou oeste pouco me importavam. Não era o barco que precisava de um rumo... 


Era eu!  

*-*-*-*-*
Bem, queridos, quero agradecê-los por todo carinho nesse quase um ano de blog! Porém, ultimamente tenho me dedicado mais aos estudos e, além disso, tenho outros dois projetos de histórias que eu pretendo lançar (separadamente). Não pensem que este é o fim da trajetória do Andrew, apenas o fim de um capítulo... Preciso de algumas semanas ou meses (no máximo 3 meses) para me organizar e me preparar para os vestibulares e voltar no ritmo, mas prometo aparecer algumas vezes com algumas aventuras dele... Dia 30/09 é o aniversário desse bobão e pretendo postar algo! Antes que a Jaque diga que estou mais uma vez com bloqueio criativo: não! Não é! kkkkkkkkkk' Tenho 9 capítulos prontos aqui, tenho tempo, mas estou disposto a me dedicar a um dos meus dois antigos projetos! 
Obrigado a todos pelo carinho! Até breve! =)

Um grande beijo do Aníbal e do Andrew Joaquim!
#corre
Andrew aqui: Amarelo ousado e cretino! Você me paga! 

12 comentários:

  1. Af, você me faz chorar Andrew Baron! Eu fico uma atuh sem aparecer por aqui, e você já quer sumir, me abandonar, seu fdm? ;((((
    Eu entendo seus motivos amour, foi muita coisa pra você processar ultimamente! Mas isso não diminuiu minha vontade de te bater, muito! Quis dar um beijo na sua mãe agora, ôh mulher perfeita cara! kkkkkkkk Como tu se enfia num barco sozinho e vai pra Deus sabe onde? Fdm² u.u
    E essa coisinha mais LIIIIIIIIIIIIIINDA do mundo que sua mãe te deu!? Ai, acho que to apaixonada! Pelo menos você tem ele ai, Floquinho vai cuidar de você, e vê se cuide dele também! u.u
    Boa sorte meu amor, e é melhor você dar notícias mesmo! u.u

    -
    Pain, você sabe que eu sempre te entendo né!? Os motivos dos atrasos, dos bloqueios criativos e tudo mais kkkkkkkk Mas você acaba cmg cara, assim você quebra minhas pernas! Nem acabou de verdade, e eu já to sentindo falta! ;S É melhor que volte tudo ao normal logo! u.u
    Incrível como meu nome sempre aparece nesses avisos né o.O kkkkkkkkkk'

    Beeeeijos meus amores ;* Principalmente pro meu Joaquim ♥ u.u ;**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooooooooooooooooooooour, que saudades tuas! ♥
      O Floco não é lindo? Se eu gostasse de homens e cachorros, casava com ele! ♥
      Apaixonada por quem? Por mim ou por ele?

      ahahahah'

      Beijão! ;***

      Excluir
  2. Ate que enfim eu comentei! Que bom And essa viagem creio que vai fazer muito bem pra vc, ainda mas com um filhotinho fofo,tenho certeza que ele vai te ajudar bastante.
    Bom Ab sentiremos falta das suas atualizaçao mas e isso ai tem que se preparar pro vestibular e com a ajuda de Deus tudo vai dar certo vc merece ate mais bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Neia! Quanto tempo!
      Com certeza! Essa viagem foi excelente para mim!
      O AB e eu estamos de volta agora e prontos para a batalha!

      Beijão!

      Excluir
  3. Hey And.
    Que decisão ein? Mas é isso mesmo, as vezes precisamos mudar e mudar o que tem a nossa volta.
    Desejo sorte para você amigo e que mantenha contato. Sentirei falta das suas maluquices por aqui, mas sei muito bem onde te achar e te pentelhar como sempre.
    Sorvete de flocos, achei o cãozinho uma graça, adorei mesmo.

    Boa viagem para ti...

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Galeeego, que saudades! Adorei sua festa!
      Estou voltando agora e você partindo =/
      Vou sentir sua falta, meu loiro! =/
      Abração!

      Excluir
  4. É, nem sei o que dizer. KJNASKJ
    Apoio totalmente essa atitude Baron, você precisa realmente relaxar, se desafiar e se encontrar e acredito que tudo vai ficar mais divertido com esse pequeno pedaço de fofura, MEU SANTO, QUE COISA MAIS FOFAAAAAAAAAAAA! >3< Cuida direito desse pequeno hein? A gente tá de olho. Hunf ldmjlvkds

    Agora, AB, sei que esse não é fim, mas de qualquer jeito, esse capítulo me deixou com saudades, por que ficou tão "FIM" que tive até vontade de chorar tá? LKNDFLKSDJGçl,kfçldskf~lasd~çsl
    Bom, tudo que posso dizer é que estarei esperando ansiosamente pelas aventuras desse cara cheio de personalidade e que você consiga se concentrar nos estudos e se dar bem nos treco que tu quer fazer que eu não sei o que é, desculpa. kdnfsdihf Mas eu desejo que tu se dê bem, tá? uu
    Isso aí, falô, beijo. kjfbskjdf :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lali, que saudades!
      É... Às vezes precisamos nos isolar um pouco pra refletir sobre a vida né?
      Todas amaram o Floco! Vou ficar com ciúmes u_u'

      O AB manda um abração pra você! ♥
      Ele quer cursar medicina, ou seja, vida de cão estudando! USHAUSHAU'

      Beijos!

      Excluir
  5. KKKKKKKKKKKKKKKK Eu rir muito, adoro dramas familiares. A minha mãe é SUPER dramática, ela faz uma tempestade em um copo d'agua ASHUAHSUAHSUASHAUHSAU
    Adorei tudo!
    Volta logo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salta, as mães TÊM de ser dramáticas né?
      Saudades!
      Estou voltando aos poucos ♥

      Beijão!

      Excluir
  6. Pow, tou com medo que tenhas ficado com depressão por causa da Flora. :S

    Mas que safado! :P
    - Filho, lembra qual seu maior sonho da infância?
    - Revista Pornô?


    Awwwm. que filhotinho mais fofo! *w*


    Em Off: Eu também tenho que me dedicar ao vestibular, já que ano passado eu... XD Mas o The Sims e outras coisas não me deixam! :S Eu estava até em um pré-vestibular, mas saí, HAUSHAUSHUA. Enfim... boa sorte pra ti AB! ;D E me deseja coragem pra estudar e um boa sorte também vale, HUAHSUAHS

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depressão? JAMAIS! USHAUSHAUHS'
      Safado? Quem? Onde? Quando? Eu?
      SUHAUSHAUSH'

      O Aníbal agradece o apoio e manda um abraço!

      Abração!

      Excluir