quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Começo, recomeço ou fim?


Cheguei a Barnacle Bay ao amanhecer do dia seguinte. Peguei minhas roupas e Floco e fomos para a casa de meus pais.
Chegando lá, não tive outra vontade a não ser correr para o quarto do bebê e olhá-lo!
- É... Não tem muita cara de joelho!
- Andrew! – Jessica me repreendeu.
- Ué! Falei a verdade! E ele parece mais com a nossa família! Graças a Deus! Se puxasse ao Alexandre, eu nem chamaria de sobrinho! – Ri.
- Vai nessa, cunhadão! E então, como foi a vida no mar?
- Monótona, Alex! Um saco! 


Virei para Jessica.
- Mana, eu vou voltar para Bridgeport ainda hoje!
- O que? Você nem vai curtir seu sobrinho?
- Jessica, o garoto nem vai lembrar que eu estive aqui quando ele nasceu! Não se preocupe, eu vou ser um tio presente! Só que eu preciso retomar minha vida e ser feliz! É tudo o que preciso!
- Tudo bem... Você está certo. Ah, And! Eu e o Alex estivemos pensando em ir para Bridgeport, mas, antes que você fale algo, não vamos ficar na sua casa! Já andamos olhando algumas casinhas... Queremos ser independentes. Eu tenho um bom emprego lá e ele vai largar o trabalho no barco. Só precisamos achar alguma coisa bacana para ele fazer.
- Hum... Alexandre, você sabe mexer com bebidas?
- Sim! Fiz um curso de mixologia há uns três anos. Por quê?
- Nada... Quando vocês forem para Bridgeport eu conto! Agora vou tomar um banho e acordar o papai e a mamãe!


Eu ia saindo, mas Jessica me parou.
- And, eu te escolhi como padrinho do Tony!
- Ah! O nome dele é Tony? Por quê?
- O Alexandre queria fazer uma homenagem ao papi, mas Antônio é MUITO cafona, que ele não nos ouça, então resolvi colocar Tony! E então, aceita ser o padrinho?
- É claro, meu amor! Só não me peça para trocar fraldas! – Ri. – E quem vai ser madrinha?
- Eu pensei em chamar a Luma, mas ela anda muito ocupada, então eu chamei uma amiga...
- Que amiga? – Perguntei curioso.
- A Flora! Algum problema? – Ela perguntou receosa.
- Não... Nenhum. Tudo bem...

É claro que não estava nada bem. Eu sabia que, no fundo, Jessica tinha a intenção de me ver junto com Flora novamente, mas eu não estava pronto. 


Ao final da tarde, cheguei à Bridgeport! Minha primeira meta seria: BALADA! Meu coração ficou extremamente apertado ao ver Floco com um olharzinho triste ao me ver sair.
- Papai volta logo, meu amor! Dorme bem! 


Para começar bem a nova vida: O Moedor!
- Grande Andrew! Andou sumido, camarada!
- Pois é, Champ! E aí, quais as novidades?
- Nenhuma! Você sumiu, o Luther sumiu... Tudo na boa...

Pior que era mesmo! Enquanto estive fora, muitas coisas aconteceram! Christopher foi embora de Bridgeport com Sally e sua namorada misteriosa e Lana, pasmem, estava noiva! 


Saí do O Moedor e resolvi dar uma volta pela cidade. Se havia um fato sobre minha nova vida era que eu estava sozinho. Sem Jessica, sem o Chris, sem a Sally... Ok. Havia a Lana, mas éramos próximos apenas pelas redes sociais. Ainda havia o Stanley, a Alícia, a Begônia, o Derick... Se bem que a Begônia iria se mudar para Barnacle, provavelmente. Além disso, tinha Alexis e Catarina, que haviam ido a Sunlit Tides e nunca mais me deram notícias. 


Conclusão: só me restava o Floco e aquela vidinha vazia de sempre. Porém, algo dentro de mim dizia que minha vida estava prestes a mudar para sempre. 


Um mês depois...

Naquela manhã, Stanley apareceu em minha casa bem cedo e, antes de desejar bom dia a ele, fui metralhado com perguntas:
- Anda logo! O que você tem? O que aconteceu? Você anda muito quieto! É algum problema? Foi a um psicólogo?
- Bom dia, Stan! Eu não tenho nada, não aconteceu nada, não tenho problema algum e não fui ao psicólogo!


- Você deveria ter ido! – Ele berrou. – Andrew, não vejo mais escândalo envolvendo seu nome, não vejo garotas em fotos com você, aliás, nem fotos suas saem mais na imprensa! Você não sai de casa e isso é anormal para você...
- Stanley, eu voltei diferente da viagem... Estou mais sossegado, mais calmo... É só isso! 


- O que acha de comermos panquecas? Fiz umas deliciosas! Aproveito e converso uma coisa contigo...
- O que? Ai, meu Deus! Andrew, você é gay? Você tá doente? É isso?
- Vamos comer as panquecas e eu te conto! Não sei se você vai gostar, mas espero que me compreenda...


Sentamos à mesa e Stanley falou:
- E então... Qual a “bomba” que você tem pra mim?
- Stanley, eu vou ser direto como sempre fui, mas eu nunca estive tão certo de uma decisão... Ou eu acho que estou. Não sei se é definitivo, mas... Vamos ver pra onde o vento me leva.
- Você está me assustando...
- Stanley, eu quero que você agende uma entrevista coletiva.
- Pra que? – Ele perguntou mais assustado ainda.
- Eu vou largar a minha carreira! 
- O QUE? - Ele berrou.

Não entendi bem o que Stanley quis dizer depois daquelas palavras, mas a tosse forte e a vermelhidão de sua cabeça me fizeram perceber que ele não havia gostado nada daquilo...  

7 comentários:

  1. Você e Flora como padrinhos do Tony? Tá na cara o que sua naninha tá querendo! rsrsrs
    O Floco é tão lindo, tô apaixonada por ele! *___*
    Vai largar a carreira? oh nãooooooooooo!!! E as fãs, como ficam? o.O
    Só bomba nesse capítulo!
    Beijos Titio And

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Meg? A Jessica está querendo me atingir... Não digo nada!
      O Floco é incrível né?
      Mas não empresto u__u'
      Bom... Estou pensando ainda, mas não sei ao certo o que fazer D;

      Beijão, gatona!

      Excluir
  2. Eiiita And, vai largar a carreira mesmo? Boa sorte cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não sei, cara D; Mas vamos ver... Quem sabe não mudo de ideia?

      Abração!

      Excluir
  3. Toooooooooony *---* ♥ Como é lindo! :33 Já pensou, ele e o Floco juntos!? Avmaria, perfeição demais! *----*
    Desnecessário essa loucura da Jéssica com a Flora, mas, não custa tentar, vai saber né!
    Não vou falar NADA pra você sobre largar a carreira, porque se eu começar não vou parar nunca mais! Tenho certeza que sabe o que eu penso sobre isso, seu abusado u.u

    Saaaaaudades demais de você, do Pain ;((((((((
    Beeeeijo ;* s22

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe quando meu sobrinho vier a Bridgeport? *¬*
      A Jessica é pirada... Isso nós já sabemos! uHSAUHSUAS'
      Own! Não fala assim, gatona! ♥
      Eu te amo também!

      Beijão!

      Excluir
  4. Hhuaheuhauehauehauehuaheauh. porra o que vai ser de Bridge?
    Chirs apaixonado, Deka separando-e, eu casando e você largando a carreira? =O

    O mundo tá ao contrário e ninguém reparou!

    ResponderExcluir