quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

The Surprise


Minha vida estava agitada. Além de estar fazendo participações em um seriado, Christopher, Stanley e eu passamos a desenvolver o projeto de um filme. Fora que, no tempo livre, passei a me dedicar a um novo projeto: meu primeiro livro. Eu havia me tornado um workaholic e estava amando poder me jogar nas letras, palavras, frases e ideias.


Floco havia sentido a mudança na minha rotina e estava se adaptando muito bem ao novo “pai”. Meu filhão adorava nossos passeios vespertinos e amava eu estar em casa ao invés de estar curtindo as baladas de Bridgeport. 


Porém, naquela noite, meu "sorvete de flocos" precisaria ficar só em casa. Eu havia marcado um encontro com uma grande amiga que, outrora, foi tida por mim como uma oportunidade de amor. Não deu certo, mas a amizade continuou. 


Ao chegar ao Aquário, fui surpreendido pelo vazio do lugar. Havia apenas uma moça ruiva sentada no balcão. Liguei para Sophia e, qual não foi a minha surpresa, ao reconhecer aquele belo rosto em meio aos cabelos ruivos. Sophia sorriu e disse:
– Voltei à cor natural, queridão! 


Fui em sua direção e nos abraçamos.
– Oh, my sweet hot Baron! Que saudades de você, meu garanhão mexicano!
– Que saudades de você, morena ruiva! – Sorri. 


Em meio aos arranha-céus de Bridgeport, Sophia e eu começamos a dançar e a conversar. Em meio a uns drinks, a umas danças e a alguns gritos, Sophia me falou sobre seus projetos, sua vida e todas aquelas coisas que amigos conversam após um tempo sem ver um ao outro.


Passados alguns minutos, Sophia parou de dançar e falou:
– And, você sabe que sou uma mulher decidida e que vou direto ao ponto do que quero. Eu preciso te pedir um favor imenso.
– Peça. Um pedido seu é uma ordem. – Tenho de me lembrar disso da próxima vez.
– Não me peça pra explicar nada agora porque eu já tomei cinco tequilas. – Ela riu. – Eu pressupus que você seria o único amigo louco o suficiente a ponto de topar isso. Então lá vai... 


– Andrew Baron, você aceita se casar comigo?

Confesso que, agora, agradeço a Deus por não ter problemas cardíacos. Senti minha pele gelar, meus olhos arregalaram e Sophia me encarou séria, o que me fez entender que ela estava falando sério.
– Oi? 

2 comentários:

  1. Vc esperava qlq coisa,menos isso,né?
    Acho melhor vc tomar muitassss tequilas pra encarar essa.kkkkk
    Boa sorte!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Masoqueeeeee? Errrr...................................................
    Mas gente, Andrew Baron é muito pop. dklnsk
    Até eu gelei agora aqui depois dessa. Minha nossa, na lata assim? Oxe, não sei não, aí tem coisa. lknisofnhiowehfiwjpf
    E adorei a última foto! Casquei com as mãos do Baron tipo "Oh, casar? Comigo?".
    Bom, cuidado aí com a resposta.
    E faz tempo que não mando umas boas sortes pro Amarelo, então, boas sortes, Amarelo! Sei lá. kldnvlkdn

    Beijos! =3

    ResponderExcluir